segunda-feira, 27 de junho de 2011

SOBRE LIVROS




           Nos livros está contido o maior legado da humanidade: conhecimento. Aquilo que o homem aprende e vivencia é submetido a reflexões e análises, transmitindo o resultado desse processo para a geração contemporânea e/ou posterior através dos livros. Sendo assim, o natural é que as obras mais apreciadas sejam as dos homens bem sucedidos em sua área, ou no assunto que trata.

          Salomão, em sua fase de desapego às vaidades e ilusões da vida, alegou que a sabedoria do pobre é ignorada, isto pode ser observado em nossa sociedade capitalista que julga ser o elemento bem sucedido aquele que ganhou dinheiro e acumulou bens, então quem deseja enriquecer não recorrerá à leitura de filosofia para tanto, mas sim às obras dos sujeitos ‘bem sucedidos”.

          Na realidade toda escolha obedece a um objetivo, e essa idéia é válida para qualquer escolha durante a vida na qual o objetivo é a felicidade, pensamento esse semelhante ao de Aristóteles expressado em sua obra “ética à nicômago”, considerando ele a felicidade como o bem maior e a finalidade de toda ação humana, e convenhamos ser essa uma opinião difícil de discordar. 

          Muito se discute sobre a possibilidade de aprender mais por meio da leitura do que pela escola. O argumento mais defendido é que todo conteúdo transmitido pelo professor em sala de aula pode ser encontrado em livros, mas o que raramente é levado em consideração nesse raciocínio é que um professor dispõe de vários métodos para ensinar e facilitar o aprendizado, enquanto que na leitura o indivíduo dispõe de apenas um método ou recurso: a própria vontade e capacidade de aprender. 

         Além disso, como comprovar um conhecimento obtido por leitura? Por acaso vou adquirir nota ou um diploma lendo? O ideal mesmo é associar a leitura com a escola, por que na escola você obtém comprovação e aprendizagem, e com a leitura pode estender seu conhecimento a um nível suficiente para competir no mercado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário